Volvo desenvolve injeção de diesel adaptável para reduzir consumos

large_147323A Volvo criou um novo injetor de combustível adaptável para motores diesel que é capaz de ajustar a pressão do combustível em cada cilindro. A marca sueca promete que esta tecnologia estará disponível em alguns dos seus modelos no outono.

A nova tecnologia da Volvo chama-se i-ART e utiliza um pequeno computador no topo de cada injetor para monitorizar e controlar a pressão. Além disso, este novo sistema também permite pressões de combustível mais elevadas do que os injetores atuais. Os motores diesel tradicionais têm um único sensor de pressão que só poderia alterar a pressão de todos os injetores. No caso dos injetores do i-ART a pressão de combustível pode ser alterada em cada curso de combustão, algo que a Volvo afirma que vai melhorar o consumo de combustível, emissões e potência dos seus motores a diesel.

“Aumentar a pressão para uns excecionalmente elevados 2500 bar, enquanto acrescentamos a tecnologia i-ART, pode ser descrita como o segundo passo na revolução diesel. É um avanço comparável ao momento em que se inventou o inovador sensor lambda para o catalizador de substituição em 1976. É mais uma estreia mundial para a Volvo”, referiu Derek Crabb, Vice-Presidente de Engenharia de Motores da Volvo Car Group.

Os injetores i-ART vão ser lançados com a nova família de motores diesel da Volvo no outono. Na mesma altura a marca sueca também irá lançar uma nova caixa automática de oito velocidades.

A Volvo está a fazer grandes promessas em relação à nova família de motores. A marca acredita que vão oferecer mais potência do que os atuais motores de seis cilindros e consumos inferiores aos atuais quatro cilindros. Com as versões híbridas, a Volvo acredita que a potência vai aumentar para o nível de um motor V8, mas com um consumo inferior ao de um motor de quatro cilindros.

Fonte: autoviva

Anúncios