Audi, BMW e Volkswagen ganham quota de mercado

A Audi, a BMW e a Volkswagen são as marcas que mais crescimento tiveram na posição que ocupam na tabela das mais vendidas durante os primeiros seis meses do ano.

A Audi, que ocupa o oitavo lugar nas marcas mais vendidas, com 3.277 carros, teve um crescimento de 1,94% em relação à posição que ocupava em 2011. Neste momento, 5,35% dos carros vendidos no país têm o emblema dos quatro anéis.

A BMW ganhou 1,58% de quota de mercado. O construtor de Munique é a sétima marca mais vendida, com 5,5% do total dos carros vendidos.

A Volkswagen ocupa o segundo lugar nas marcas mais vendidas. Com uma quota de 10,31%, ganhou 1,2% ao conjunto das outras marcas.

De Janeiro a Junho, o mercado automóvel caiu 43,9 por cento. Até ao final do mês passado, tinham sido vendidos 61.212 carros.

Fonte: fleetmagazine

Anúncios

O Motofan é o novo portal de informação sobre motos em português

O Motofan é o novo portal de informação sobre as motos em português. Informação, atualidade, comunidade motociclística, fotos, vídeos e mercado de compra e venda de motos. Dêem uma espreitadela!

Fabricantes de automóveis voltam-se para a Rússia

A Rússia tem sido noticia no mundo automotivo nos últimos dias. Em primeiro lugar, o site autoactu.com relatou que a Daimler estabeleceu um acordo de cooperação com o fabricante russo GAZ, para construir a Sprinter Mercedes-Benz LUV na fábrica GAZ em Nijny Novgorod. Este é o resultado concreto do acordo assinado pelas duas empresas em Maio, após dois anos de discussões. Daimler investiu 100 milhões de euros neste acordo, em particular para garantir que os motores e várias peças sejam produzidos localmente. O valor a investir pela GAZ será semelhante.

Para além deste acordo, relatado desta vez pela Automotive News Europe, a GM também tem planos para a sua atividades na Rússia. O início das obras de amplicação da sua fábrica de São Petersburgo, deu início a um processo que acabará por ver a produção mais que dobrar para 230.000 veículos por ano até 2015. GM planeia construir o Opel Astra e certos modelos da Chevrolet na fábrica, para aproveitar o crescente mercado local, a fim de compensar a diminuição das vendas na Europa Ocidental (um mercado em declínio). A GM (todas as marcas juntas) vendeu cerca de um quarto de milhão de veículos na Rússia no ano passado, e o mercado em geral está avaliado em 3 milhões de veículos este ano, com a GM a apontar para uma quota superior a 10%.

Fonte: fleeteurope

LeasePlan disponibiliza os primeiros Nissan LEAF no mercado de renting nacional

A LeasePlan Portugal torna-se assim a primeira empresa de gestão de frotas a permitir aos Clientes a possibilidade de experimentar a mobilidade eléctrica. O sector público e as empresas com estratégias de responsabilidade social bem definidas são os principais clientes deste serviço inovador, contribuindo assim, de forma activa, para a redução de emissões para a atmosfera.

Num estudo elaborado pela LeasePlan sobre a viabilidade de integração dos veículos eléctricos em frotas, face às viaturas de motor de combustão interna, o Nissan Leaf 100% obteve feedback muito positivo por parte dos clientes. Caso estivesse na corrida para Carro Frota 2011, ficaria em terceiro lugar, ocupando a primeira posição em vários critérios técnicos (apreciação do motor, comodidade, condução, climatização, ruído e espaço para o condutor). Seria vencedor no desempenho e obteria o segundo e terceiro lugar em conforto e segurança, respectivamente.

O estudo concluiu ainda que os veículos eléctricos e híbridos são muito bem aceites como modelos de mobilidade. No caso dos veículos eléctricos, os maiores obstáculos à sua massificação são o custo e a autonomia anunciada, que em ambiente real se aproxima apenas dos 100 quilómetros.

Fonte: Clube do Condutor Leaseplan

Toyota é a marca global mais verde

Tabela da Interbrand lista 50 marcas com a melhor relação entre as suas práticas e a perceção dos consumidores.

As marcas de automóveis e as tecnológicas dominam a lista da Interbrand Best Global Green Brands 2012 (Melhores Marcas Verdes Globais), que é liderada pela Toyota.

Em termos geográficos, os Estados Unidos, a Alemanha e o Japão são os países de origem da maioria das marcas melhor posicionadas.

Das 50 marcas do ranking da Interbrand, 22 são produzidas e geridas nos Estados Unidos, enquanto sete têm origem na Alemanha e no Japão, respetivamente.

A Danone, a Ford, a Starbucks e a UPS são as marcas que mais subiram na tabela que analisa as marcas globais com a melhor relação entre as suas práticas ‘verdes’ e a perceção dos consumidores.

A Nissan, a H&M e a UBS, por seu lado, entraram este ano pela primeira vez na lista que foi criada pela Interbrand no ano passado.

MELHORES MARCAS VERDES GLOBAIS 2012

 1. Toyota

2. Johnson & Johnson

3. Honda

4. Volkswagen

5. Hewlett-Packard

6. Panasonic

7. Dell

8. Siemens

9. Danone

10. BMW

11. Cisco

12. 3M

13. Apple

14. L’Oréal

15. Ford

16. Mercedes-Benz

17. Hyundai

18. Sony

19. IBM

20. Nokia

21. Nissan

22. Adidas

23. Coca-Cola

24. GE

25. Samsung

26. Nike

27. Intel

28. Pepsi

29. Canon

30. Allianz

31. Philips

32. Xerox

33. Microsoft

34.Shell

35. Kellogg’s

36. Starbucks

37. Avon

38. Caterpillar

39. Ikea

40. Santander

41. SAP

42. AXA

43. UPS

44. Citi

45. McDonald’s

46. H&M

47. Credit Suisse

48. Nintendo

49. HSBC

50. UBS

Fonte: expressoonline

Autoeuropa ajusta horários para os trabalhadores assistirem ao jogo Portugal-Espanha

A fábrica de automóveis Autoeuropa, em Palmela, vai interromper a produção às 19.40 de quarta-feira para que os trabalhadores assistam à transmissão do jogo Portugal-Espanha, das meias-finais do campeonato europeu de futebol, foi hoje anunciado.   Segundo um comunicado da Comissão de Trabalhadores, a administração da empresa concordou em adaptar os horários de refeição do turno da tarde para que todos os trabalhadores jantem antes da transmissão televisiva do jogo.

Assim, a produção do turno da tarde será interrompida às 19:40 e retomada dez minutos depois de terminar o jogo, mantendo-se o horário de saída à meia-noite.

Fonte: expressoonline

Revista americana publica «lista negra» dos piores carros

untitledNão é exactamente um prémio, mas nesta lista nenhuma fábrica gostaria de entrar. Anualmente, além de indicar para o público os carros que considera melhores, a revista americana Consumer Reports publica uma relação dos veículos que, ao contrário, aconselha a não comprar.

Altamente respeitada, a Consumer Reports, fundada em 1936, não aceita anúncios e é mantida apenas pelas assinaturas dos seus leitores. A sua actuação não se restringe aos automóveis –testa todo o tipo de produtos, de aspiradores de pó a secadores de cabelo.

A «lista negra» deste ano pode surpreender: nesta estão desde o Mitsubishi Lancer ao Land Rover Evoque, passando até pelo BMW Série 7.

Eis os carros que a revista aconselha a não comprar:

Smart ForTwo , Scion iQ, Chevrolet Spark, Scion tC, Mitsubishi Lancer, Dodge Dart, Chrysler 200/Dodge Avenger, Ford Taurus, Lexus IS, Lincoln MKS, BMW Série 7, Honda Crosstour, Jeep Compass, Jeep Patriot, Jeep Cherokee 2.4, Mitsubishi Outlander, Ford Edge, Nissan Armada, Dodge Journey, Volvo XC90, Lincoln MKX e Range Rover Evoque.

Retirado de dinheirodigital