Euro NCAP testa 16 modelos. E atribui uma classificação de zero estrelas

No que foi o seu mais activo ano de sempre, o Euro NCAP encerra 2017 com a revelação dos resultados dos testes de segurança de nada menos do que dezasseis modelos. Sete obtiveram a classificação máxima de cinco estrelas (um deles apenas quando dotado do pacote de sistemas de assistência à condução), um a classificação de quatro estrelas e os restantes a classificação de três estrelas.

De referir que alguns dos modelos foram novamente avaliados, depois de terem recebido uma actualização de meio de ciclo, e, à excepção do Toyota Yaris, em todos a classificação final foi imferior à do teste original, tão simplesmente porque os critérios de avaliação do consórcio europeu de segurança se tornaram, desde então, mais estritos e exigentes. O caso mais extremo é do Fiat Punto, no mercado desde 2015, e ainda uma proposta muito popular em Itália, o primeiro automóvel na história recente do Euro NCAP a ser contemplado com uma classificação de zero estrelas.

De salientar que o esquema de classificação do Euro NCAP exige que qualquer modelo avaliado registe um número mínimo de pontos em todas as áreas de avaliação para poder receber, pelo menos, uma estrela. E se bem que o utilitário transalpino ainda registe um desempenho aceitável em termos da proteção dos adultos, das crianças e dos peões para receber, no mínimo, duas estrelas, o não contar com qualquer dispositivo de assistência ao condutor explica a sua pobre classificação final.

Quanto a resultados, e começando, alfabeticamente, pelos melhores, merecedores das cinco estrelas finais, o BMW Série GT recebeu 86% na protecção dos adultos, 85% na protecção das crianças, 81% na proteção dos peões e 59% nos dispositivos de assistência à condução. O Hyundai Kauai foi contemplado com 87% na protecção dos adultos, 85% na protecção das crianças, 80% na proteção dos peões e 72% nos dispositivos de assistência à condução. O Hyundai Kauai. O Jaguar F-Pace recebeu 93% na protecção dos adultos, 85% na protecção das crianças, 80% na proteção dos peões e 72% nos dispositivos de assistência à condução. O Kia Stinger 86% mereceu 93% na protecção dos adultos, 81% na protecção das crianças, 78% na proteção dos peões e 82% nos dispositivos de assistência à condução. E o Toyota Yaris recebeu 83% na protecção dos adultos, 80% na protecção das crianças, 63% na proteção dos peões e 57% nos dispositivos de assistência à condução.

Também avaliado com cinco estrela foi o Kia Stonic, mas apenas quando equipado com o chamado Advance Diving Assistance Pack, que lhe permitiu alcançar 93% na protecção dos adultos, 84% na protecção das crianças, 71% na proteção dos peões e 59% nos dispositivos de assistência à condução. Na sua versão standard, o SUV sul-coreano recebeu três estrelas, por via da atribuição de 85% na protecção dos adultos, 84% na protecção das crianças, 62% na proteção dos peões e 25% nos dispositivos de assistência à condução.

Já o Toyota Aygo foi o único modelo testado a receber quatro estrelas, merecendo 82% na protecção dos adultos, 63% na protecção das crianças, 64% na proteção dos peões e 57% nos dispositivos de assistência à condução.

Entre os modelos contemplados com três estrelas, o Alfa Romeo Giulietta recebeu 72% na protecção dos adultos, 56% na protecção das crianças, 59% na proteção dos peões e 25% nos dispositivos de assistência à condução. O Dacia Duster recebeu 71% na protecção dos adultos, 66% na protecção das crianças, 56% na proteção dos peões e 37% nos dispositivos de assistência à condução. O DS 3 foi merecedor de 69% na protecção dos adultos, 37% na protecção das crianças, 55% na proteção dos peões e 29% nos dispositivos de assistência à condução. Os Ford C-Max e grand C-Max receberam ambos 76% na protecção dos adultos, 60% na protecção das crianças, 59% na proteção dos peões e 29% nos dispositivos de assistência à condução. O SUV chinês MG ZS recebeu 71% na protecção dos adultos, 51% na protecção das crianças, 59% na proteção dos peões e 29% nos dispositivos de assistência à condução. O Opel Karl recebeu 61% na protecção dos adultos, 60% na protecção das crianças, 58% na proteção dos peões e 25% nos dispositivos de assistência à condução. E o Toyota Aygo recebeu 74% na protecção dos adultos, 63% na protecção das crianças, 64% na proteção dos peões e 25% nos dispositivos de assistência à condução.

Por fim, o Fiat Punto registou 51% na protecção dos adultos, 43% na protecção das crianças, 52% na proteção dos peões e 0% nos dispositivos de assistência à condução.

Retirado de absolute-motors

Anúncios

Publicado por

Marcelo Oliveira

Profissional com experiência consolidada na Gestão de Frotas em empresas de serviços de transporte ou com parque automóvel de volume. Mais detalhes em https://marceloxoliveira.com/quem-e-marcelo-oliveira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s