Comprar carro a gasóleo ou a gasolina? Descubra qual é a melhor opção

474032

Valor do veículo, número de quilómetros que faz e preço dos combustíveis influenciam a decisão.

Comprar carro a gasolina ou a gasóleo? Tudo depende do valor do veículo, do número de quilómetros que faz e também do preço do combustível praticado no mercado. Isso significa que a decisão final depende de muitos factores.

O que é certo é que as marcas têm vindo a melhorar as suas monitorizações nos últimos anos. Os preços dos automóveis também ficaram mais acessíveis com a crise e com a quebra de vendas e perante o preço da gasolina muitos consumidores começaram a olhar para os veículos a gasóleo como uma opção.

Mas, se por um lado os automóveis a gasolina custam menos, por outro os carros a gasóleo gastam menos e, apesar de a diferença ser menor, a verdade é que o diesel continua a ser mais barato.

Aliás, a partir desta segunda-feira vamos assistir a novos aumentos no preço da gasolina, até 3 cêntimos por litro, e a descidas no preço do gasóleo no mesmo valor. Feitas as contas, desde o início do ano o preço do diesel em Portugal já subiu cerca de 16,5 cêntimos, enquanto a gasolina encareceu perto de 27 cêntimos por litro. Ou seja, a factura para encher um depósito com 60 litros de gasolina já aumentou 16 euros face à última semana do ano passado. Já no caso do gasóleo a diferença é de mais 10 euros por depósito.

No entanto, muitos especialistas dizem que, pela diferença de preço entre um carro a gasolina e um carro a gasóleo, se um condutor faz menos de 30 mil quilómetros por ano, escolher um carro a gasolina compensa mais. Ainda assim, o preço do combustível também influencia. Por exemplo, para quem vive em Mafra e trabalha em Lisboa e se deslocar sempre de carro para o trabalho, e repetir esse percurso ao fim-de-semana, são cerca de 90 quilómetros por dia. Ao fim de um ano são cerca de 32 mil quilómetros. Ou seja, uma pessoa que todos os dias úteis, sem excepção, faça este circuito, ao fim de quatro anos começa a poupar em combustível. Se viver na zona de Sintra, este valor baixa para pouco mais de 20 mil quilómetros ao ano, o que representa uma poupança apenas a partir dos seis anos.

Outro critério a ter em conta diz respeito ao valor que pode pedir pelo veículo se pretender vendê-lo mais tarde. No mercado automóvel, os carros a diesel continuam a ter mais valor e uma maior procura. Se pensar apenas na manutenção, a decisão poderá ser outra. As peças de manutenção de um automóvel a gasolina são normalmente mais baratas, o que é vantajoso se adquirir um carro já com alguns anos.

Retirado de ionline

Anúncios

Publicado por

Marcelo Oliveira

Profissional com experiência consolidada na Gestão de Frotas em empresas de serviços de transporte ou com parque automóvel de volume. Mais detalhes em https://marceloxoliveira.com/quem-e-marcelo-oliveira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s