Uber: um serviço de motoristas diferente dos táxis

UBER

A Uber, uma app que liga as pessoas a motoristas profissionais, já está disponível em Portugal.

Esta é a aplicação que está na origem de alguns protestos de associações de taxistas por todo o mundo. Mas por cá, o serviço apresentado será o Uber Black, a ser utilizado principalmente por motoristas profissionais.

“Queremos ser uma outra opção além do táxi”, disse Alexandre Droulers, responsável pela expansão da Uber na Europa Ocidental, na apresentação do serviço.

A aplicação procura servir as duas partes envolvidas na viagem. Quem chama o carro saberá onde este se encontra, a matrícula do carro e a própria fotografia do condutor. O pedido é feito através de uma aplicação de smartphone, o que significa que nem é preciso dar indicações de onde se encontra o cliente. O pagamento é feito directamente na conta do utilizador do serviço sem ser necessária a transacção entre cliente e motorista. Depois do pagamento, o utilizador recebe uma factura detalhada onde se indica também o percurso da viagem.

Para os motoristas das viaturas, esta é uma forma de alargarem o seu leque de clientes, dado que qualquer pessoa pode utilizar a aplicação.

Apesar de indicar que espera que todos os dias apareçam novos utilizadores registados, a Uber não quis adiantar números sobre a utilização do serviço em Portugal. Diz apenas que está a fazer um esforço para que o cliente tenha um carro disponível em menos de cinco minutos.

Os prestadores do serviço serão os motoristas profissionais que actuam normalmente para hotéis ou nos aeroportos. A empresa exige que estejam licenciados para tal e que disponham de uma viatura com menos de três anos e em excelente estado. O modelo recomendado e disponível é o Mercedes-Benz Classe E, mas a empresa admite outras marcas equivalentes. O serviço inclui ainda água e abertura da porta para o cliente.

O serviço de utilização da plataforma para o cliente final é gratuito. Os motoristas pagam uma comissão de 20% sobre o preço da viagem à Uber.

As tarifas da viagem são pré-definidas pela empresa. Há uma tarifa base de dois euros pela utilização do serviço a que se acrescentam 0,30 euros por minuto e 1,1 euros por quilómetro.  No site é possível ter uma estimativa de quanto fica a viagem e o percurso por onde será feita. De Alcântara até à Rua da Palma, por exemplo, o preço ficará entre os 11 e 14 euros.

Retirado de fleetmagazine

 

Anúncios

Publicado por

Marcelo Oliveira

Profissional com experiência consolidada na Gestão de Frotas em empresas de serviços de transporte ou com parque automóvel de volume. Mais detalhes em https://marceloxoliveira.com/quem-e-marcelo-oliveira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s