1.0 Ecoboost da Ford novamente Motor do Ano

Ford_EcoBoostO motor a gasolina 1.0 EcoBoost da Ford foi hoje nomeado “International Engine of the Year” 2013, averbando esta distinção pelo segundo ano consecutivo.

O 1.0 litros EcoBoost – o qual combina injecção directa de combustível, turbo e abertura de válvulas variável para reduzir o consume de combustível sem sacrificar a potência – recebeu a mais elevada pontuação da história destes prémios.

O motor recebeu igualmente o prémio da categoria de “Melhor Motor Abaixo de 1 litro” na gala anual de prémios organizada pela revista ‘Engine Technology International’.

A Ford confirmou também os seus planos de duplicar a produção do motor na sua fábrica de Colónia (Alemanha) para mais de 1,000 motores por dia, a partir de meados de Agosto, de forma a poder responder à sua procura.

O motor 1.0 EcoBoost está disponível actualmente nos veículos pequenos como o Fiesta e B-MAX, nos compactos como o Focus, C-MAX e Grand C-MAX. A curto prazo irá estar presente em veículos de maior dimensão incluindo o novo Ford Mondeo. Será igualmente uma das opções nos veículos comerciais como a Transit Connect e Transit Courier e nas versões de passageiros Tourneo Connect e Tourneo Courier.

Anúncios

Publicado por

Marcelo Oliveira

Profissional com experiência consolidada na Gestão de Frotas em empresas de serviços de transporte ou com parque automóvel de volume. Mais detalhes em https://marceloxoliveira.com/quem-e-marcelo-oliveira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.